6 comentários em “A Toda Prova (Steven Soderbergh, 2012)

  1. Embora não possa concordar que Soderbergh não tenha talento (pra mim, sexo mentiras e videotape é lindo, assombroso, profundo), também não posso negar que ele tenha feito esse À Toda Prova sem um pingo de paixão. Não me incomodei tanto com as incosistências que você apontou, mas é difícil ignorar aquela sensação de que a produção é supérflua.

    • Esse eu não assisti Gustavo. Procurarei vê-lo pra ver se entra na minha lista de Cannes do SBBC, mas vc disse a mais pura verdade, o filme não tem um pingo de paixão. Completamente amador!

  2. Perdi a chance de assistir a este filme e, a cada crítica que leio, menos me arrependo de não ter conferido “A Toda Prova”. Não li uma crítica positiva sobre o longa, até agora.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s