8 comentários em “Quando Explode a Vingança (Sergio Leone, 1971)

  1. Andinhu.

    Otima critica, mas faltou falar da exelence trilha do morricone, que traduz o sentimento de todos os personagens do filme.

  2. Sou cinéfilo inveterado e admirador de Leone. Creio que, com seus filmes, o mestre consegue fazer com que cada locação, cada tomada, seja inesquecível. Ele nos faz ter a imensa vontade de visitar o lugar onde ocorreu o fato. Por isso é tão interessante ver os extras de “Era Uma Vez no Oeste” para pisarmos exatamente onde cada personagem pisou.

    Leone consegue transformar um filme num épico, num mito. Bravo, mestre.

  3. havia assistido no cinema em 1974 e neste final de semana na tv por assinatura, depois de trinta e oito anos. trilha sonora marcante. O tema do filme nunca saiu da minha cabeça.

  4. O Andinhu S. de Souza poderia ter acrescentado sem ocupar muito tempo e espaço, além do que disse de forma consistente, é que o diretor Sergio Leone profundo conhecedor da política do planeta quis enfatizar mostrando ao expectador o que realmente significa a política. Basta prestar atenção à cena:

    DIALOGO ENTRE DUAS PERSONAGENS DO FILME “QUANDO EXPLODE A VINGANÇA” DE SERGIO LEONE COM ROD STRIGES E J. CARBURN.
    (L) Ladrão – (R) Revolucionário (o especialista em explosivos)

    L – O que é isso aí?

    R – Um mapa. Você está deitado em cima do mapa do seu país.

    L – Ah! Ah! Não é o meu país. Meu país sou eu e a minha família..

    R – Bem… seu país é também um porto (porco?) o Governador, os fazendeiros, Derteuluz e seus capangas; Quanto à revolução que estamos tendo aqui…

    L – A revolução! Quem está falando de revolução! Não me venha falar de revolução, eu sei tudo sobre revoluções e como elas começam; As pessoas que leem para falar com as pessoas que não leem e as pessoas pobres vão ficar sabendo de nada não é? Ah!

    R ( pede pra falar mais baixo )

    L Coisa nenhuma… Eu sei muito o bem o que falo quando falo de revolução… O povo vai ficar pior; todas as pessoas que não sabem ler, as pessoas pobres.
    Vão dizer que nós precisamos mudar e então as pessoas pobres fazem a mudança não é? E as pessoas que sabem ler elas ficam lá…lendo…lendo e falam e falam e dizem que precisa disso e daquilo e o que aconteceu com as pessoas pobres Ah!…Estão mortas!!! Essa é a sua revolução. (silêncio) Então, por favor, não me fale de revoluções… E sabe o que acontece depois?…Começa tudo de novo outra vez.

    R ( atira ao chão na lama, um livro que estava lendo, Em seguida a câmera cinematográfica focaliza a capa do livro “ O Patriotismo “ de Bakunin

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s